Banner do Blog

É semana das crianças!

Imagem do post

A semana é das crianças, e a gente resolveu pensar sobre o que elas estão comendo por aí. Com a lancheira, tá tudo certo, né? A gente fez uma boa revisão aqui, cheia de ideias boas.

Mas tem as dificuldades que aparecem nas refeições principais, fora do ambiente escolar. É um tal de "meu filho não come fruta", "minha filha não pode ver salada", "os meus só querem batata"...

Nesta semana, vamos sugerir estratégias para ajudar você a encarar esses momentos difíceis. Mas hoje, vamos falar um pouco sobre alguns conceitos gerais.

Depois da fase de introdução dos alimentos, quando os bebês estão aprendendo a comer e desenvolvendo a dentição, a comida de casa pode (e deve) ser uma só. Não existe comida de adulto e comida de criança. O que existe é comida de verdade e imitação de comida (comprada pronta, feita na fábrica, cheia de aditivos químicos).

Comida de verdade é aquela baseada em alimentos frescos, in natura ou minimamente processados, preparados em casa e transformados em refeições variadas e saborosas. Tá sem inspiração pra novidades com os ingredientes do dia a dia? Dá uma olhada na série 'O Que Tem na Geladeira?'. Tem ideia ali pra mudar o jantar do ano todo!

Veja todos os episódios da série aqui:



Ambiente é tudo
Como a gente já falou aqui no blog a hora da refeição é muito importante. Um ambiente agradável faz toda a diferença. Ajuda até na digestão! E isso também fica de exemplo para as crianças: comer é gostoso, a família compartilha a comida e um momento juntos, é um trabalho de equipe.

Por isso se organize para pedir ajudar aos filhos: eles podem colocar a mesa desde bem pequenos, preparar a salada quando forem um pouquinho maiores, cuidar do suco de frutas. E depois podem até preparar a refeição! Crianças de 10, 11 anos podem preparar muitos pratos, com a sua supervisão. Tempo é um impeditivo? É, mas dá para driblar esse danado: selecione receitas como a salada de carpaccio de palmito com molho de coentro – o palmito é vendido já laminado e tudo o que você, ou melhor, eles, têm que fazer é misturar o molho, arrumar a travessa e servir. Lavar folhas verdes também é tarefa de principiante. Pronto, salada do dia garantida.

Ah, e desligue a tevê! Durante o preparo e na hora da refeição. Aproveite para colocar a conversa em dia, saber o que está rolando na vida do seu filho e, quem sabe, pegar umas dicas de tecnologia com a novíssima geração.

Foto: Editora Panelinha