Banner do Blog

Meu filho não come salada

Imagem do post

Dizer que o filho não come salada é quase um clássico entre as reclamações dos pais. E é tão comum, tão comum, que tem adulto que acha que criança não come mesmo e desiste completamente da operação.

É uma pena porque salada é comida de verdade, que colore e completa os pratos do dia a dia. Mas tem salada boa e salada, vamos dizer assim, preguiçosa.

Já parou pra pensar no que está oferecendo aí na sua casa? Se for sempre aquela alface com umas rodelas de tomate e um pouco de sal e azeite, nem vem. Ninguém gosta de comer isso todo dia, muito menos as crianças!

Salada tem que ser atraente, misturar texturas e cores e vir envolvida num molho generoso e bem feito. E, claro, feito em casa, né? É tão fácil de preparar. E molho de salada pronto não vale: é imitação de comida (aquela feita na fábrica). Aqui você encontra várias ideias de saladas com molhos deliciosos. Nossos destaques:
- Molho de mostarda para salada
- Molho de iogurte para salada
- Molho de azeitona verde com manjericão
- Molho de alcaparras para salada

A salada picadinha (foto) é outro bom exemplo: várias hortaliças picadas (variação a cada garfada!) num molho oriental adocicado, que leva shoyu, vinagre de arroz e açúcar mascavo. É uma receita pensada para as crianças – ataque com esta!

Quente e frio
As folhas da salada também podem ganhar a companhia de legumes que tenham passado por algum tipo de cozimento, como a salada de legumes grelhados com molho de alcaparras, ou a salada morna de tomate-cereja.

Pensando bem, as saladas mornas são uma excelente saída. Experimente ainda a salada de grão-de-bico com cebola e cenoura assadas, bem temperada com especiarias, pra lá de saborosa.

A gente tem que fazer a nossa parte e oferecer opções de todo tipo! Lembre-se de envolver as crianças no preparo dos alimentos, na medida do possível, e de falar sobre os sabores de cada prato – isso estimula a percepção do paladar e o interesse por novos sabores.

Foto: Editora Panelinha