Banner do Blog

Maionese caseira: escolha um destes três métodos

Imagem do post

Escolha um dos três métodos deste post para preparar maionese caseira (com mostarda de Dijon!) e se livrar, para sempre, do pote de maionese do supermercado (os motivos estão no primeiro post da série, leia: Maionese: tem que ser caseira).

Antes de começar, saiba que:
- Quanto mais óleo, mais consistente a maionese.
- Maionese talha porque... Os ingredientes estão gelados, ou quentes demais. O ideal é que todos estejam em temperatura ambiente.
- Maionese também talha porque… A emulsão não contém água suficiente para a quantidade de óleo acrescentada.

Prepare maionese em casa: 3 métodos

Preparada na mão, a maionese fica com textura bem suave. E a chance de errar diminui, porque ela se forma mais lentamente. É importante colocar um pano de prato molhado, ou papel-toalha molhado, embaixo da tigela, para que o recipiente não fique sambando na bancada enquanto você bate. Força no braço: você vai mexer muito até que a emulsão se forme.

Dá pra fazer maionese no liquidificador. A dica é bater as gemas com o vinagre e a mostarda na velocidade mais baixa, e só então colocar o óleo em fio, beeeeem devagarinho para não talhar. A textura fica firme e sai rapidinho, sem esforço no braço. Mas as chances de talhar são maiores (não desligue e ligue novamente o liquidificador durante a preparação).

Feita no mixer, a maionese fica mais firme. Fica pronta em 3-4 minutos e rende um potinho, na medida para consumir em três dias. O risco de talhar é menor, desde que você siga à risca a coreografia descrita na receita: primeiro bater segurando o mixer contra o fundo e só então levantar o utensílio delicadamente para as laterais. Fazer o movimento de cima para baixo na hora de bater é receita certeira para talhar a maionese.

Clique para ver todas as receitas de maionese do Panelinha

Foto: Editora Panelinha / por Ricardo Toscani

Receitas relacionadas
Categorias relacionadas

Aprenda a cozinhar