Banner do Blog

Facas: quantas e quais comprar

Imagem do post

Faca boa é como motor potente: a coisa acontece, funciona, anda. É utensílio indispensável na cozinha. Tem faca de tudo que é jeito, com mil formatos, tamanhos e funções. Mas fundamental, mesmo, é a faca de chef.

Como escolher?
Faca boa é de aço inox — a de cerâmica quebra. As melhores são aquelas cuja lâmina atravessa o cabo inteiro: a gente enxerga o metal de ponta a ponta. No mercado, elas são chamadas de faca com lâmina forjada no cabo, que pode ser de madeira ou de policarbonato.

No mercado você vai encontrar facas de chef dos seguintes tamanhos: 6, 8, e 10 polegadas, sempre com 2 polegadas de altura (essa é a medida da lâmina). Essa variação tem a ver com o tamanho de quem vai usar, mas também do que vai ser cortado – alimentos maiores, como repolho ou moranga, pedem facas maiores. Porém, pessoas menores sentem-se mais confortáveis usando facas pequenas. Nossa sugestão: se vai investir em uma única faca, escolha a de tamanho médio.


Manutenção
Faca cega é mais perigosa do que afiada – você acaba fazendo força, a faca escapa e a chance de se cortar aumenta. Para manter o fio da faca de chef, antes de usar, passe na chaira, essa espadinha que está na foto e forma o trio afiado-indispensável de hoje. O movimento deve ser certeiro, a um ângulo de 45º, dos dois lados (assista ao vídeo abaixo). Lave e seque depois de usar, e passe na chaira novamente.



Lugar de faca não é na gaveta, seja ela de chef, de pão, de legumes… Por dois motivos: por segurança, para você não se cortar na hora de pegar a faca, e também porque a lâmina pode perder o fio batendo em outros objetos. O íma de parede e o cepo (aquela caixa de madeira com buracos do tamanho das lâminas) são os lugares mais indicados.

Foto: Editora Panelinha / por Ricardo Toscani