Banner do Blog

Tostequeira: um clássico do café da manhã

Imagem do post

Você vai encontrar nas lojas com o nome de tostex ou sanduicheira. Mas esse utensílio já é de casa em tantas casas do Brasil, que acabou apelidado de “tostequeira”. Quem chama de sanduicheira é porque ainda não virou íntimo. É só começar a usar, que vira. E desvira. E vira de novo sobre o fogo – até o sanduíche ficar pronto, com o pão crocante e molhadinho, o queijo bem derretido e aquele torradinho nas bordas. Opa! Cuidado para não se distrair, senão o sanduíche queima. A tostequeira de ferro fundido é a mais comum e retrô. Para usá-la, tem um truque que deixa a produção de sanduíches mais rápida: untar. Fica mais fácil tirar um sanduíche pronto e colocar um que ainda está esperando a vez (coitado, tão pálido…). E a manteiga ajuda a dar uma douradinha no pão. A de ferro é nossa preferida. Mas você também vai encontrar o utensílio em alumínio e até revestido com material antiaderente.

A gente começa a fazer sanduíches na tostequeira e já se sente um chapeiro de padaria: “Sai um queijo quente pra mesa de lição de casa!”. “Olha o misto da moça que vai desligar agora essa TV e vir comer.” Só não deixe passar do ponto, que a clientela reclama.

Onde encontrar? Nos grandes magazines tem! Porque utensílio vintage a gente compra em magazine, né? (Tá, tem em qualquer grande rede de lojas, inclusive as online, procure por sanduicheira de fogão).

Foto: Editora Panelinha / por Ricardo Toscani

Receitas relacionadas
Categorias relacionadas

Utensílios