Banner do Blog

Shana Tová!

Imagem do post

No próximo domingo (dia 9), começam as comemorações do Rosh Hashaná, o ano novo judaico, que é cheio de tradições e rituais em torno da comida.

As festas judaicas costumam acontecer ao redor da mesa. Mas o ano novo é detalhadíssimo. Antes mesmo do jantar, uma sequência de alimentos é servida, simbolizando os desejos para o ano que está começando. O ícone da data é a maçã, que é cortada em fatias e mergulhada no mel, para pedir e desejar um ano doce. Na sequência, come-se um pedaço de acelga, amarga, para afastar os inimigos do nosso caminho. Trigo (que tal servir bazargan?), feijão ou lentilha simbolizam votos de fertilidade e prosperidade. Para cada alimento-símbolo, uma reza. O jantar é longo!

Nesse período, a challah, o pão judaico, é feita em forma de círculo, sem começo nem fim, representando a continuidade. E para reforçar os votos de um ano doce para todos (como é lindo esse desejo, né não?), o pão também é servido com mel.

A sequência toda de alimentos simbólicos é assim: come-se maçã, challah, mel, romã, vagem, acelga, tâmara, abóbora, feijão (trigo ou lentilha), romã, peixe e língua. E, aí, sim, é servido o jantar.

Os pratos nesta época têm sempre uma nota adocicada – por exemplo, o prune tzimmes, um cozido de carne com legumes e ameixa. O clássico gefilte fish, bolinho de peixe, costuma ter uma pitada de açúcar. Ah, e olha que curioso... Durante o ano, a cenoura colocada sobre o bolinho pode ser em meia-lua; mas não no ano novo: a cenoura é cortada em rodelas, representando moedas de ouro. Vem, fortuna!

Além do bolo de maçã e mel, símbolo da comemoração, esses dois ingredientes são usados para decorar a mesa. Agora, já imaginou que bonitinho inovar com maçãs do amor? São votos de doçura e afeto na forma de uma sobremesa. Mas para fazer um belo centro de mesa, gosto mesmo é da tradição sefaradi, que usa frutas cheias de sementes para simbolizar o desejo que o novo ano venha cheio de frutos. Já pensou que poder juntar romãs com frutas-do-conde?

Shana Tová!