Banner do Blog

Mais do que acompanhamento

Imagem do post

Arroz é mais que curinga na cozinha. É ingrediente do tipo camaleão, capaz de mudar de cor, de sabor, de se transformar na panela. O mais popular na prateleira dos mercados brasileiros é o tipo agulhinha. Ele é arroz de festa, está em todas, e por não ter tanto amido fica soltinho e cumpre muito bem seu papel no nosso tão querido pê-efe.


Mas tem outros tipos de arrozes para você explorar, cada um com uma peculiaridade capaz de trazer novas texturas e sabores para a mesa do dia a dia. Sabe o arroz doce da vovó? Experimente preparar com arroz japonês, de sushi. A receita fica muuuito mais cremosa.  

 


Aqui no Panelinha tem várias receitas para você provar diferentes tipos de arrozes. O indiano basmati tem grãos mais longos e delicados, é bem aromático e de sabor quase adocicado. Acrescente cardamomo e o preparo fica especialíssimo, perfeito para acompanhar um curry de porco bem caprichado.


E tem o arroz vermelho, o cateto, o miniarroz, o arbóreo perfeito para risotos. A família do grão é grande, e vale a pena conhecer cada integrante dela. Na hora de preparar, não ache que arroz serve só como acompanhamento de preparos mais molhadinhos. Tem receita boa de arroz frito, de salada de arroz onde o grão em vez de ser refogado entra na água quente com jeito de macarrão. Não falei que ele é mais que curinga?


Neste post tem um monte de receitas para você experimentar.