Banner do Blog

Aquele toque de acidez

Imagem do post

Sabe quando você prova a receita e está faltando alguma coisa? Não é sal... Definitivamente não é pimenta. Grandes chances de estar faltando um toque de acidez. Acredite, algumas gotas de limão podem salvar o prato da sem gracice. A sopa de lentilha que preparo esta semana do Cozinha Prática no GNT, já é deliciosa. No refogado, vai cebola, vai alho, vai ceboura, salsão, cominho... Mas é nos finalmentes que ela brilha: ganha o caldo de um limão. A sopa fica vibrante, faz a gente salivar. Literalmente. 

 

O quê? Acho que posso ouvir alguém perguntando: Mas, Rita, não é suco de limão? Explico: no começo do Panelinha, a gente indicava nos ingredientes 'suco de 1 limão'. Logo em seguida as dúvidas começavam a surgir: Mas quanto vai de água nesse suco? E de açúcar? 

 

Voltando ao caldo do limão, ele pode dar um brilho extra em preparações que você nem imagina. Brócolis grelhado com pimenta e castanha-de-caju. Já parece uma receita completa, não? Verdade, fica ótimo. Mas pode ficar maravilhoso com uma espremida de limão... grelhado! E ainda deixa o prato lindíssimo. 

 

Risoto todo mundo sabe que precisa de um toque de acidez para equilibrar a cremosidade – sem o vinho usado no preparo, ele viraria uma papa. Calma, dei um passo à frente. Estou comentando a receita como se todo mundo já tivesse preparado. Risoto sempre começa com um refogado, geralmente cebola, depois o arroz vai para a panela e ganha um banho de vinho, quase sempre branco. Ele serve para perfumar, claro, mas principalmente para dar um toque de acidez ao prato. A-ha! A gente também pode roubar no jogo: uma espremidela de limão no fim do preparo deixa o risoto delicioso. Duvida? Tem receita a seguir para você experimentar.