Banner do Blog

NutriNet: o maior estudo de alimentação e saúde do Brasil

Imagem do post

Estão abertas as inscrições para participar do estudo da Nutrinet Brasil, a nova empreitada do Nupens, o Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da USP, nosso parceiro científico na produção de conteúdo embasado em evidências e estudos.

ESTE TEXTO FOI PUBLICADO ORIGINALMENTE NA MINHA NEWSLETTER (30/1). ASSINE AQUI

Trata-se do maior estudo sobre alimentação e saúde no Brasil. Você pode participar – e, assim, ajudar a melhorar a alimentação da população brasileira e a promover a saúde do país. E o melhor: fazendo um esforço muito pequeno, respondendo a questionários de cinco minutos a cada três meses. 

A Nutrinet Brasil é uma pesquisa inédita para estudar a relação entre os hábitos alimentares e o estado de saúde da população brasileira. É uma iniciativa muito importante e estou muito feliz de poder divulgar – e participar! Os pesquisadores vão acompanhar 200 mil pessoas ao longo de dez anos. E, a partir dos dados reunidos, extrair relações que possam ajudar no combate e prevenção de doenças crônicas, como obesidade, diabetes, colesterol alto, hipertensão e vários tipos de câncer.

 

Para isso, o grupo precisa de voluntários. E você também pode ser um deles! Aqui no Panelinha todo mundo já entrou! É só se inscrever na Nutrinet e responder aos questionários para fornecer informações que serão utilizadas para mapear padrões alimentares. 

"Mais do que o consumo de um ou outro alimento, é o padrão alimentar das pessoas que define o risco de doenças", afirma o professor Carlos Monteiro, coordenador do Nupens e do Nutrinet Brasil. 

Há estudos semelhantes em outros países e que deram embasamento para conclusões como a relação entre a dieta fast food e o aumento no risco de desenvolver doenças crônicas. 

A criação de uma rede semelhante aqui tem por objetivo reunir dados para entender o que acontece no Brasil. Ou seja: ao participar, compartilhando informações sobre sua dieta e sua saúde, você entrega aos cientistas matéria-prima para que eles possam entender como a dieta brasileira afeta a saúde do brasileiro e como pode ser melhorada. É muito importante que a gente tenha orientações baseadas nas informações do nosso país – isso fortalece a gente ainda mais na hora de combater aos modismos alimentares que são tão danosos à saúde.

Para participar, é só acessar o site do projeto e se cadastrar. Veja o passo a passo

 

  1. Entre em https://nutrinetbrasil.fsp.usp.br/

  2.  Preencha a ficha de cadastro (você vai fornecer dados básicos, como nome, e-mail, telefone).

  3.  Leia (e caso concordar, aceite) o termo de compromisso. Ele informa que a cada três meses você será convidado a responder a novos questionários, que você pode parar de participar quando quiser, que não vai ganhar (nem gastar) dinheiro participando e que os dados são sigilosos.

  4.  Ao criar o cadastro, você entra em seu perfil e responde a uma enquete inicial com perguntas sobre o que você comeu ontem e qual seu estado geral de saúde. Não leva nem cinco minutos.


A cada três meses os pesquisadores vão enviar novos questionários, sempre de preenchimento rápido e na mesma plataforma. Para participar, precisa ter mais de 18 anos, morar no Brasil e ter acesso à internet (via celular ou computador).

Quem participa do estudo se beneficia em duas esferas: na individual, a cada três meses, na hora de responder aos questionários, ganha uma chance de refletir sobre a própria alimentação; e na esfera coletiva, ajuda a criar conhecimento, fornecendo dados que, nas mãos do grupo de pesquisadores, vão virar informação de qualidade.

Parceria com o Panelinha
O Panelinha e o Nupens têm uma parceria que já dura 4 anos. E nesse período criamos conteúdos embasados cientificamente pelos pesquisadores do grupo. É o caso do Curso Comida de Verdade, com 10 aulas gratuitas e online, em que eu e o professor Carlos Monteiro explicamos os princípios de uma alimentação saudável. A parceria com o grupo também rendeu os livros da coleção Já pra Cozinha: Comida de Bebê, Cozinha a Quatro Mãos e Só para Um.