Imagem da receita

Acarajé da Paloma

Este tira-gosto mais-baiano-impossível aparece em 11 romances de Jorge Amado e, justamente, é a primeira receita do livro 'A Comida Baiana de Jorge Amado', de Paloma Jorge Amado (Editora Panelinha).


AutorPaloma Jorge Amado

Tempo de preparoAté 2h

Serve30 unidades

Para hidratar o feijão

Ingredientes

  • 1 kg de feijão-fradinho

Modo de preparo

No liquidificador, bata o feijão cru, rapidamente, apenas para quebrar os grãos. Transfira para uma tigela grande e cubra com o dobro (do volume) de água. Leve à geladeira e deixe de molho até o dia seguinte ou por pelo menos 3 horas.

para a massa

Ingredientes

  • 1 kg de cebola (cerca de 5 unidades)
  • 1 cebola com casca para fritura
  • 2 colheres (chá) de sal
  • 2 litros de azeite de dendê para fritar

Modo de preparo

1. Escorra a água do feijão hidratado, e cubra os grãos novamente com água. Mexa um pouco e, com uma peneira ou escumadeira retire as cascas que estiverem flutuando. Mexa novamente e retire mais cascas. Repita esse procedimento mais três vezes e, por fim, escorra bem a água, passando pela peneira.

2. Descasque e corte as cebolas em pedaços médios (reserve a cebola extra com a casca).

3. No processador de alimentos, bata o ⅕ do feijão hidratado com ⅕ da cebola, até formar uma massa bem leve, com aparência de pasta esponjosa. Transfira para uma tigela e repita o procedimento até usar todo o feijão e a cebola. Misture o sal, aos poucos, na massa.

4. Enquanto isso, numa panela funda e grande, aqueça o azeite de dendê com uma cebola inteira dentro - isso ajuda a manter a temperatura certa para fritar o acarajé.

5. Misture bem a massa para homogeneizar e modele um bolinho com duas colheres de arroz, passando de uma para outra. Essa técnica de fazer quenelle, uma massa com formato ovalado, requer uma certa habilidade e bastante agilidade. (É bem provável que os três primeiros mais se pareçam com uma panqueca. Mas não desista! É a prática que leva à perfeição.) Pegue um pouco da massa com uma colher de arroz e, com a outra, raspe bem o fundo da primeira. Repita esse movimento uma três vezes e coloque o bolinho imediatamente na panela com o azeite.

6. Frite no máximo dois bolinhos por vez e vá virando para que a fritura fique uniforme. Retire com uma escumadeira e transfira para um refratário forrado com papel-toalha.

7. Sirva o acarajé a seguir, cortado ao meio, recheado de vatapá e molho de camarão seco ou molho de pimenta.
Sugestão de
cardápio