Cuscuz paulista de legumes

O primeiro segredo deste cuscuz é o caldo, bem saboroso! O segundo segredo é a decoração, que deixa o prato festivo. Nem precisa ser vegetariano para virar fã.


AutorPanelinha

Tempo de preparoMais de 2h

ServeMais de 6 porções


Ingredientes

  • 1 ½ xícara (chá) de farinha de milho flocada
  • ¼ de abóbora japonesa (cerca de 200 g)
  • 250 g de palmito pupunha em conserva
  • 15 quiabos (cerca de 100 g)
  • 1 abobrinha
  • 1 cenoura
  • 1 cebola
  • 1 talo de salsão
  • 2 dentes de alho
  • 1 pimenta dedo-de-moça
  • 1 lata de tomate italiano pelado em cubos (com o líquido)
  • ⅓ de xícara (chá) de ervilha congelada
  • 1,5 litro de água
  • 1 ½ colher (sopa) de azeite
  • 1 colher (chá) de cominho em pó
  • 1 colher (chá) de gengibre em pó
  • 1 folha de louro
  • 2 talos de cebolinha fatiados
  • ⅓ de xícara (chá) de salsinha fresca picada
  • 1 ½ colher (chá) de sal
  • óleo para untar a fôrma

Modo de preparo

1. Lave e seque a abobrinha, a cenoura, o talo de salsão e a pimenta dedo-de-moça. Descarte as pontas e corte a abobrinha ao meio, no sentido do comprimento. Corte cada metade em 3 tiras e as tiras em cubos de cerca de 1 cm. Descasque e corte a cenoura em cubinhos. Descarte as folhas e corte o talo de salsão em cubinhos. Descarte as sementes e pique fino a pimenta dedo-de-moça.

2. Descasque e pique fino a cebola e os dentes de alho. Descasque, descarte as sementes e corte a abóbora japonesa em cubos pequenos. Escorra a água do palmito e fatie cada um em meias-luas de cerca de 1 cm.

3. Leve ao fogo médio uma panela grande. Quando aquecer, regue com 1 colher (sopa) de azeite e adicione a cebola. Tempere com uma pitada de sal e refogue por cerca de 3 minutos até murchar. Adicione mais ½ colher (sopa) de azeite, junte o salsão, a cenoura e a folha de louro e refogue por mais 5 minutos. Acrescente o alho, a pimenta dedo-de-moça, o gengibre e o cominho em pó. Misture bem por 1 minuto para perfumar.

4. Junte o tomate pelado (com o líquido) e mexa bem por 1 minuto. Acrescente a abóbora e a abobrinha e regue com a água. Misture bem e deixe cozinhar em fogo médio. Quando ferver, diminua o fogo e deixe cozinhar por mais 35 minutos - mexa de vez em quando para a abóbora desmanchar.

5. Enquanto isso, unte com óleo uma fôrma redonda de 20 cm de diâmetro e 7 cm de altura. Lave e seque bem os quiabos com um pano de prato limpo. Corte cada um ao meio no sentido do comprimento.

6. Aqueça uma bistequeira (ou frigideira antiaderente) em fogo médio. Regue com um fio de azeite e adicione os quiabos com a parte cortada para baixo. Deixe por cerca de 2 minutos até dourar. Vire com uma pinça para dourar o outro lado. Transfira para um prato e reserve.

7. Após os 35 minutos de cozimento, junte os cubos de palmito e a ervilha. Tempere com o sal, misture bem e deixe cozinhar por mais 5 minutos. Misture a salsinha e cebolinha. Polvilhe a farinha de milho aos poucos, misturando com a espátula para não empelotar. Mexa por mais 2 minutos para engrossar e desligue o fogo.

8. Para a montagem: preencha o fundo da fôrma com uma camada de cuscuz de cerca 1 cm de altura; disponha os quiabos grelhados na vertical, com a pontinha para cima e o lado cortado para fora, um ao lado do outro por toda a lateral da fôrma - encaixe os quiabos na camada de cuscuz para fixar e deixe cerca de 1,5 cm entre cada um.

9. Complete a fôrma com o restante do cuscuz - pressione e nivele com a espátula para acomodar a massa. Leve para a geladeira e deixe por, no mínimo, 3 horas para firmar (se preferir prepare de um dia para o outro).

10. Para desenformar: no centro do cuscuz, coloque um prato de diâmetro menor que a fôrma, de modo que as pontinhas dos quiabos fiquem para fora. Vire a fôrma de uma só vez sobre o prato e verifique se o cuscuz desenformou. Retire delicadamente a fôrma e desvire o cuscuz sobre um prato grande, para que as pontinhas dos quiabos fiquem viradas para cima. Sirva a seguir.
Sugestão de
cardápio

Conteúdo
adicional