Imagem da receita

Nhoque de batata-doce com molho de manteiga e sálvia

Uma substituição bem simples para variar o cardápio: no lugar da batata tradicional, batata-doce. Com um molhinho de manteiga e sálvia, fica irresistível.


AutorPanelinha

Tempo de preparoAté 2h

ServeAté 6 porções


Ingredientes

  • 1 kg de batata-doce (cerca de 5 unidades)
  • 2 gemas
  • 1 ¼ de xícara (chá) de farinha de trigo
  • 100 g de manteiga
  • 1 maço de sálvia
  • 1 colher (sopa) de sal
  • farinha de trigo para polvilhar a bancada

Modo de preparo

1. Lave, descasque e corte cada batata-doce em pedaços médios. Transfira para uma panela grande, cubra com água e leve ao fogo alto. Assim que ferver, diminua o fogo e deixe cozinhar por mais 20 minutos, até ficarem macias - espete com um garfo para verificar o ponto.

2. Transfira os pedaços de batata-doce para uma peneira e deixe escorrer bem a água. Sobre uma tigela, passe os pedaços, ainda quentes, por um espremedor de batatas e tempere com o sal.

3. Acrescente ¼ de xícara (chá) da farinha de trigo para resfriar a batata-doce - isso evita que, ao incluir as gemas, elas cozinhem com o calor. Adicione as gemas e amasse bem. Junte o restante da farinha aos poucos, até dar ponto. Para verificar o ponto da massa: com as mãos limpas, separe uma porção da massa e tente modelar uma bolinha sem que grude nas mãos. A quantidade de farinha de trigo utilizada na receita pode variar - evite adicionar em excesso, pois a massa ainda vai absorver farinha na hora de modelar.

4. Para modelar os nhoques: polvilhe a bancada com farinha de trigo. Retire uma porção de massa e, com as mãos, faça rolinhos de cerca de 1 cm de diâmetro. Com uma faca (ou espátula) corte os rolinhos a cada 2 cm. Transfira os nhoques para uma assadeira grande (ou refratário) polvilhada com farinha e reserve. Repita o processo com toda a massa.

5. Leve uma panela grande com água ao fogo alto. Unte uma assadeira grande com óleo. Assim que a água ferver, adicione 1 colher (sopa) de sal.

6. Com uma escumadeira, mergulhe cerca de 10 nhoques por vez na água fervente. Deixe cozinhar até subirem à superfície. Retire os nhoques, escorrendo bem a água pela escumadeira e transfira para a assadeira untada com óleo. Cozinhe o restante dos nhoques e não despreze a água do cozimento - ela vai ser utilizada para fazer o molho.

7. Leve uma frigideira grande, de preferência antiaderente, ao fogo médio. Quando aquecer, junte ½ colher (sopa) de manteiga e adicione cerca de 30 nhoques. Deixe por 1 minuto de cada lado para dourar por igual. Transfira para uma travessa e doure o restante dos nhoques, adicionando manteiga a cada leva.

8. Depois que dourar todos os nhoques, diminua o fogo da frigideira para baixo e acrescente 4 colheres (sopa) de manteiga. Assim que derreter, junte as folhas de sálvia e deixe cozinhar por cerca de 1 minuto para perfumar. Desligue o fogo e acrescente 1 concha da água do cozimento do nhoque. Faça movimentos circulares com a frigideira para misturar e formar um molho liso - não mexa com uma espátula, a gordura da manteiga pode se separar do molho.

9. Regue os nhoques dourados com o molho e as folhas de sálvia. Sirva a seguir.

CONGELE O NHOQUE

Distribua os nhoques ainda crus numa assadeira e leve ao congelador. Assim que endurecer, transfira para um saco plástico e mantenha no congelador por até 3 meses. Na hora de usar, é do congelador para a panela: basta mergulhar em água fervente com sal.

Sugestão de
cardápio