Imagem da receita

Pastel de banana

A cada mordida, o encontro perfeito do recheio cremoso com a casquinha crocante salpicada de canela! Pastel de banana é mais do que pastel, é sobremesa incrível, ainda mais se vier com uma bola de sorvete de baunilha.


AutorPanelinha

Tempo de preparoAté 2h

Serve16 pastéis

PARA O RECHEIO

Ingredientes

  • 4 bananas-nanicas maduras mas firmes
  • ½ xícara (chá) de açúcar
  • ½ xícara (chá) de água
  • caldo de ½ limão
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 ½ colher (sopa) de amido de milho

Modo de preparo

  1. Descasque e corte a banana ao meio no sentido do comprimento. Corte cada metade em meias-luas de 1 cm e transfira para uma panela média. Junte o caldo de limão, o açúcar, a água, a canela e misture.
  2. Leve a panela ao fogo médio. Quando começar a ferver, conte 5 minutos, mexendo de vez em quando – cuidado para não desmanchar demais as bananas, o recheio deve ficar com pedaços. Enquanto isso, numa tigela pequena, dilua o amido de milho em 2 colheres (sopa) de água.
  3. Assim que as bananas estiverem macias mas ainda com caldo, abaixe o fogo e junte o amido dissolvido. Mexa por mas 2 minutos, até o recheio engrossar e soltar do fundo da panela. Transfira para uma tigela e deixe esfriar completamente em temperatura ambiente antes de rechear os pastéis. Se quiser agilizar o processo, deixe o recheio amornar antes de levar à geladeira por 1 hora (sem cobrir, para evitar a formação de vapor).

PARA A MONTAGEM

Ingredientes

  • 1 receita de massa de pastel caseira
  • 500 ml de óleo para fritar
  • farinha de trigo a gosto para polvilhar
  • açúcar de confeiteiro e canela em pó a gosto para servir

Modo de preparo

  1. Divida a massa de pastel em 2 pedaços para ficar mais fácil de abrir. Com o rolo de massa, abra cada metade formando um retângulo de cerca de 40 cm X 20 cm – se necessário polvilhe a bancada com um pouco de farinha de trigo para não grudar. Se preferir, utilize um cilindro de abrir macarrão, nesse caso divida a massa em 4 pedaços e abra em faixas de 10 cm de largura.
  2. Com uma carretilha (ou faca) corte cada metade de massa em 8 quadrados de 10 cm X 10 cm – para manter o formato dos pastéis bem certinhos, acerte as bordas do retângulo antes de cortar os quadrados, veja no fim da receita como reaproveitar as aparas da massa.
  3. Para montar os pastéis: coloque cerca de 1 colher (sopa) do recheio no centro do quadrado. Com a ponta do dedo, umedeça as bordas da massa com água e dobre a massa para fechar o pastel na diagonal, formando um triângulo. Aperte bem para grudar uma borda na outra e pressione com a ponta de um garfo para selar – cuidado para não furar a massa.
  4. Coloque o óleo numa panela de borda alta (ou se preferir, utilize uma wok) e leve ao fogo alto. Para saber o ponto certo do óleo: coloque um palito de fósforo no óleo ainda frio, quando acender está no ponto. Enquanto isso, forre uma travessa com papel toalha.
  5. Assim que o óleo aquecer, abaixe o fogo e com cuidado mergulhe 3 pastéis por vez. Deixe fritar até ficarem dourados – nesse momento faça como os pasteleiros, mexa delicadamente os pastéis com a escumadeira regando com óleo quente a massa que ficar na superfície.
  6. Com a escumadeira, transfira os pastéis fritos para a travessa forrada com papel toalha e repita com o restante. Sirva os pastéis quentes polvilhados com açúcar e canela a gosto. Fica uma delícia com sorvete de baunilha.

Não jogue as aparas de massa fora

Corte as aparas em tiras, frite em óleo quente e passe no açúcar e canela. Esse biscoito chamado crustoli é um sucesso.

Sugestão de
cardápio