Imagem da receita

Bolinho de chuva de Gana (puff-puff)

Crocante por fora e supermacia por dentro, esta versão mais leve do nosso bolinho de chuva leva canela e noz-moscada na própria massa. Preparada em Gana e também nos países vizinhos, recebe vários nomes: puff-puff, bofroat, beignet… É tradicionalmente servida no café da manhã, com mingau, ou como lanchinho em barracas de rua.


AutorPanelinha

Tempo de preparoAté 2h

Serve18 bolinhos


Ingredientes

  • 1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
  • ⅓ de xícara (chá) de açúcar
  • 2 colheres (chá) de fermento biológico seco instantâneo (cerca de 8 g)
  • ¾ de xícara (chá) de água morna
  • ¼ de colher (chá) de noz-moscada ralada na hora
  • 1 pitada de canela em pó
  • ½ colher (chá) de sal
  • 2 xícaras (chá) de óleo para fritar

Modo de preparo

  1. Numa tigela grande, misture a farinha com o açúcar, o fermento, a canela em pó, a noz-moscada e o sal. Adicione a água morna aos poucos, misturando bem com uma espátula de silicone firme (ou de bambu) — dobre a massa sobre ela mesma para incorporar todo o líquido; essa massa é mais firme mesmo, diferentemente da do bolinho de chuva brasileiro. 
  2. Cubra a tigela com um pano e deixe descansar por 1 hora, ou até dobrar de volume.
  3. Passado o tempo de fermentação, coloque o óleo numa panela pequena de borda alta e leve ao fogo médio para aquecer. Enquanto isso, forre uma travessa com papel-toalha. 
  4. Para saber a temperatura de fritura, pingue na panela uma porção pequena da massa e observe: ela deve inflar e manter-se na superfície. Assim que o óleo estiver quente, abaixe o fogo e comece a fritar os bolinhos.
  5. Mergulhe duas colheres de sopa no óleo quente para untar — assim a massa não gruda nas colheres e fica mais fácil modelar os bolinhos. Com uma das colheres, retire uma porção da massa e aproxime do óleo; com a ponta da outra colher, transfira a massa para o óleo quente — o bolinho vai inflar e ficar redondo assim que entrar em contato com o óleo quente.
  6. Coloque quantas porções de massa couberem de uma só vez, sempre untando as colheres no óleo quente antes de pingar os bolinhos. Deixe fritar por cerca de 3 minutos, até que os bolinhos fiquem bem inflados e dourados — com cuidado, mexa de vez em quando com uma escumadeira para dourar por igual. 
  7. Com a escumadeira, retire e transfira os bolinhos fritos para a travessa forrada com papel-toalha, deixando escorrer bem o óleo. Repita o processo com o restante da massa e sirva a seguir.

DICA DE PLANEJAMENTO

Quer acordar e já ter bolinhos para fritar no café da manhã? Você pode preparar a massa na noite anterior. Faça a etapa 1 da receita, tampe a tigela (ou cubra com filme) e deixe fermentar na geladeira por até 12 horas. Na hora de fritar, retire a massa da geladeira e mantenha em temperatura ambiente enquanto o óleo aquece.