Banner do Blog

Como fritar por imersão

Imagem do post

Não tem jeito: ninguém está imune a uma friturinha em casa. E quer saber? Nem precisa. Se for comida de verdade (ou seja, nada pronto e processado), pode fritar de vez em quando, sim. Bem feitinha, a fritura fica uma delícia — e muito mais saudável do que alguns produtos vendidos por aí.

Mas, para uma boa fritura, especialmente por imersão, claro que existem algumas técnicas e truques. É o que vamos ver no post de hoje. Ou melhor: rever. Pronto para a revisão de matéria?


Cuidados pré-fritura
Antes de começar, algumas recomendações importantes: os alimentos que vão para a frigideira devem ser cortados em pedaços uniformes, para que fritem por igual, e também devem estar bem secos, pois água e óleo quente não combinam — sério: a água pode espirrar e acabar causando um acidente na cozinha. O cabo da panela, aliás, deve estar sempre virado para dentro da área do fogão, longe de qualquer pessoa que possa esbarrar na panela sem querer e derrubar o óleo quente. É preciso ter cuidado!

Ah, deixe preparada uma travessa forrada com papel-toalha para absorver o óleo dos alimentos fritos, que, aliás, você vai colocar e retirar da frigideira, um pouco de cada vez, com uma escumadeira (de preferência, de aço inox) — um utensílio essencial para este tipo de preparo culinário. Entre cada leva de fritura, dê um tempinho para o óleo voltar a aquecer. Fritura pede calma, viu?

Veja aqui a receita de salada de berinjela frita com molho de iogurte

Vamos fritar?
A panela deve estar preenchida com óleo até, no máximo, a metade. E como faço para saber se o óleo já está na temperatura certa? Truque da vovó, bem! Olha só.



Pergunta de prova: por que devemos fritar em levas, e não colocar tudo de uma vez na panela? (Tempo…) Resposta: se colocar tudo de uma vez, o óleo vai esfriar e os alimentos não vão ficar crocantes. E para que dourem por igual, é bom virar os pedaços na frigideira pelo menos uma vez, ok?

Para a escolha do óleo, as melhores opções são girassol, canola e milho — meu preferido. E o que fazer com o óleo usado? Deixe esfriar, coloque numa garrafa pet, feche e leve para o lixo comum. Ou para os centros de coleta em redes de supermercado, se tiver na sua cidade. Então não posso reaproveitar o óleo? Nem pense nisso. A gordura usada interfere no sabor dos alimentos e na sua saúde.

Veja aqui o passo a passo para fazer batata frita<br
Nossa, quanta informação! Aproveite, então, para repassar este conteúdo para aquele seu amigo que adora uma friturinha. Vamos compartilhar conhecimento?

Foto: Editora Panelinha