Banner do Blog

Em 2016, a sua cozinha vai ficar ainda mais prática

Imagem do post

No próximo dia 7, marque na agenda: tem estreia da temporada de verão do Cozinha Prática. Nesta série especial, vou mostrar em sete passos como deixar a cozinha ainda mais prática. A cada episódio, saio de perto do fogão para conversar com um especialista sobre um assunto que, sem que a gente perceba, influencia totalmente o nosso jeito de cozinhar. Vai ser um curso de férias para você, e para mim também.

Vamos repensar a alimentação, a cozinha, refrescar as ideias. E vai ter de tudo – de decoração à nutrição, vamos revisar os pontos que ajudam ou atrapalham na hora de manejar as panelas.

Um exemplo: por que será que a cozinha tem que ter aquela luz fria e ser tratada como área de serviço, e não de prazer? Será que se ela fosse mais sala, você e a sua família passariam mais tempo ao redor do fogão? Claro que sim. É por isso que pedi à Bel Lobo, arquiteta amada desse nosso Brasilzão, que viesse me dar uma força para (re)decorar a minha cozinha e mostrar para você um monte de boas dicas para deixar o seu espaço mais atraente, sem ter que quebrar a parede para a sala! Depois de trabalhar nisso, nós duas vamos preparar um happy hour para brindar ao ano que está começando.

O que é comida?
Você usa caldo industrializado, toma refri e come biscoito recheado? Então está na hora de repensar o que é comida. No segundo episódio da série, vamos até a USP conversar com o prof. Carlos Augusto Monteiro. Ele é coordenador do Guia Alimentar para a População Brasileira, um documento revolucionário, superelogiado inclusive fora do Brasil – foi o primeiro Guia a dizer algo que parece tão elementar: a gente deve comer comida, e não nutrientes.

O que isso quer dizer? Que para ter uma alimentação saudável você não precisa contar calorias, pensar se o alimento tem ou não glúten, se é rico em fibras, se pode ou não comer carboidrato à noite... Basta comer comida de verdade. Você vai descobrir que se alimentar de maneira saudável é muito mais fácil do que estão querendo que você acredite. E isso pode estar afastando você da cozinha.

O Guia Alimentar para a População Brasileira está disponível para download; clique para acessar o link do arquivo

Depois da conversa, volto para a minha cozinha para preparar uma refeição que é uma celebração da culinária brasileira: vai ter baião de dois e doce de abóbora para sobremesa. E isso, você vai descobrir, é comida saudável. Para o corpo e para a alma.

E o que mais vem por aí?
Ah, não vale entregar tudo agora. Mas adianto que a gente ainda vai ver que, para querer entrar e ficar na cozinha, ajuda, e muito, equipá-la com os utensílios certos. Que um prato bem apresentado anima a comer melhor – cuidado que a #LoucaDasLouças vai atacar numa olaria! Também vai ver que comer com culpa não é nada bom, e que comer com prazer faz bem para a saúde – é uma nutricionista quem diz, não sou eu! Que os temperos fazem a maior diferença na hora de pensar o cardápio. E que, por fim, é preciso ter livros à mão – bons livros – para aumentar o repertório de receitas e técnicas, e cozinhar cada vez mais e melhor.

Cada um desses sete assuntos é tema de um episódio, e para cada um deles eu converso com um especialista. Nosso intensivão de férias vai render bons papos e muitas receitas inéditas. A volta às aulas começa logo mais, mas, atenção: mudou o horário! O Cozinha Prática Verão agora será exibido às quintas-feiras, às 21h15, no canal a cabo GNT.

Fotos: Editora Panelinha / por Ricardo Toscani

Categorias relacionadas

Cozinha Prática

Causos