Banner do Blog

Como limpar os alimentos e a cozinha

Imagem do post

Muita gente pergunta sobre a limpeza dos alimentos e da cozinha especificamente em relação ao coronavírus. Antes de falar sobre limpeza, dois esclarecimentos da Anvisa, baseados em informações da Organização Mundial da Saúde:

 

  1. Não há nenhuma evidência de que o vírus seja transmitido pelo alimento. 
  2. Esse grupo de vírus não resiste ao calor do cozimento dos alimentos (em torno de 70ºC).

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária recomenda seguir as práticas de higiene de sempre. Então vamos revisar todas elas. 


A regra básica da limpeza das hortaliças, no contexto da normalidade, é: 


- Se vai ingerir o alimento cru e inteiro, com casca, precisa lavar e higienizar com o sanitizante de sua preferência seguindo a diluição apontada na embalagem. Exemplo: alface, tomate, morango, uva, maçã.

- Se vai comer cozido, tem que lavar (mas não precisa ser com sanitizante) para tirar a terra. A temperatura de cozimento elimina vírus, bactérias e microorganismos no geral. Exemplos: batata assada inteira, repolho, abobrinha… 

- Se vai tirar a casca para comer, não precisa lavar. Exemplo: banana. 

No entanto, como tudo está diferente, faz sentido ter atenção à limpeza dos alimentos (e de todo o resto das coisas) mesmo antes da ingestão. Você pode tocar numa superfície contaminada e, ao levar a mão à boca, se contaminar (não toque o rosto, não toque o rosto!). Uma informação importante sobre a resistência do vírus:


Ele sobrevive melhor em superfícies lisas, como plástico e vidro. E menos em  superfícies porosas, como papelão e cascas dos alimentos. Por isso:

- Prefira comprar alimentos a granel, fora da embalagem (e o slogan descasque mais e desembrulhe menos ganhou nova força).

- Lave as embalagens de plástico e vidro que entrarem na sua casa, com água e sabão.

 

Como limpar os alimentos


Verduras: destaque as folhas e lave sob água corrente. Transfira para uma tigela e deixe imerso na solução de sanitizante de sua preferência em água. Siga a diluição da embalagem (é sério. Meça como se fosse uma receita). Aguarde o tempo indicado na embalagem (em geral, 10 minutos a 15 minutos). Tire as folhas da tigela (assim as sujeirinhas ficam na água). Enxágue bem, seque bem e guarde em pote ou saco bem fechado. Aqui estão: folhas, como alface, escarola, espinafre, couve.  

Caso especial - repolho e acelga: Em vez de lavar todo o maço, descarte as duas folhas mais externas. Como as folhas são muito juntinhas, é melhor lavar depois de cortado antes de usar. Se for cozinhar, corte e lave apenas com água. Se for preparar salada, corte, lave com água numa tigela e depois higienize com o sanitizante assim como as outras verduras. 

 

Legumes: lave bem sob água corrente com uma escovinha para legumes e leve para o banho na tigela, com água e o sanitizante de sua preferência. Siga a dliuição da embalagem (é sério. Meça como se fosse uma receita). Aguarde o tempo indicado na embalagem (em geral, 10 minutos a 15 minutos). Tire os legumes da tigela, enxague bem, seque e guarde. 


Casos especiais - Brócolis, couve-flor, salsão, alho-poró e erva-doce: Se lavar o maço inteiro antes de usar, eles estragam mais rápido. Apenas na hora de usar corte o maço e lave os floretes. Se fizer questão de lavar ao chegar da compra, corte, lave, branqueie e congele para não perder.


 

Alho e cebola: se lavar antes de utilizar, eles estragam mais rápido. Retire as cascas secas mais externas. Como são usados sem casca e quase sempre cozidos, não precisa lavar. Mas se quiser, lave apenas na hora de usar, sob água corrente.


Frutas: lave bem sob água corrente com uma escovinha para legumes e leve para o banho na tigela, com água e o sanitizante de sua preferência (cuidado apenas com as frutas mais delicadas como morango, caqui, figo e uvas, que dispensam o uso da escovinha). Siga a diluição da embalagem (é sério. Meça como se fosse uma receita). Aguarde o tempo indicado na embalagem (em geral, 10 minutos a 15 minutos). Tire as frutas da tigela, enxague bem, seque e guarde. Você também pode lavar bem com água e sabão, mas apenas aquelas de casca bem resistente – exemplos: melão, melancia inteira, abacaxi, laranja, mamão, manga, limão, mexerica, abacate e maracujá.

Caso especial - Banana: Com as bananas ainda na penca (para ficar mais fácil corte a penca em porções), passe sob água ou até lave com água e sabão/sanitizante. Mas muito cuidado para não soltar as bananas do cacho (do contrário, pode entrar sabão dentro e a banana vai passar do ponto em dois dias).

 

Ovos: retire da embalagem do supermercado e transfira para um porta-ovos, tigela ou pote. Armazene nas prateleiras (e não na porta) da geladeira – quanto menos oscilação de temperatura melhor. Lave os ovos sob água corrente apenas na hora de usar, seja qual for o método de preparo.


Higiene da cozinha


Pia e a bancada de trabalho: lave com água e sabão (você pode até separar uma buchinha só para isso). E quando a compra do supermercado ou da feira chegar, arrume tudo e depois lave as superfícies de trabalho com água e sabão de novo.


Bucha de lavar louça: após cada lavagem,  retire qualquer pedaço de alimento da bucha, lave com o detergente, enxague e retire bem a água. E lembre-se de trocar a bucha regularmente.


Tábua e facas: lave com água e sabão. É sempre bom reforçar que depois que você cortar carnes cruas deve lavar a faca e a tábua de novo.


Faça a higienização periódica das tábuas (seja de bambu, madeira ou polietileno): pelo menos 1 vez por mês, mergulhe a tábua já lavada na solução de água sanitária + água  (1 colher sopa para cada litro de água). A tábua deve ficar completamente imersa por 15 minutos. Depois lave com água e sabão e deixe secar bem antes de guardar. Se a tábua for de madeira ou bambu, depois de seca, você pode aplicar uma camada de óleo mineral e deixar secar novamente para evitar rachaduras. Espátulas, colheres, pinças de bambu ou madeira também devem passar pelo mesmo processo ao menos uma vez por mês.

 

Atenção ao celular

É inevitável o uso do celular na cozinha, seja para ver a receita, seja para contar o tempo, seja para tirar foto e postar. Mas ele é um foco de possível contaminação, portanto:

- Mantenha seu celular limpo. Siga as recomendações do fabricante – alguns modelos mais novos podem ser lavados, se desligados, com água e sabão, outros com álcool isopropílico ou pano macio com álcool 70%. Não passe álcool gel sem antes consultar as indicações do fabricante! O álcool gel tem água e pode estragar seu telefone.
- Lave as mãos com água e sabão depois de mexer no celular e antes de voltar a cozinhar.