Banner do Blog

#Coronavírus: lista de compras da despensa e da feira

Imagem do post

É hora de fazer uma boa limpa para conferir o que está faltando. No Brasil, a gente tem o privilégio de ter uma dieta baseada em arroz e feijão, ingredientes não-perecíveis, com boa durabilidade. Neste texto você encontra:

 

  1. Lista de itens para ter na despensa
  2. Alimentos da feira que duram bastante
  3. Dicas para ter alimentos frescos no freezer


Ingredientes culinários para preparar refeições

Além de sal e açúcar, confira se tem esses itens

Azeite - além de ser fundamental para refogar, assar e temperar, também serve de ingrediente para preparos práticos, como espaguete alho e óleo, e duráveis, como molho pesto (faça a mais e guarde).

Óleo vegetal neutro (de milho) - é base de bolos de liquidificador e fundamental para estourar pipoca e fritar batata.

Manteiga - além de servir para passar no pão, vai na massa da quiche, na farofinha do crumble. E pode congelar o tablete para usar depois.

Pimenta-do-reino - os grãos têm boa durabilidade (prefira sempre a moída na hora) e dão sabor especial aos preparos.

Especiarias -  Valem por uma viagem sem sair de casa. Cominho, canela, cúrcuma, gengibre em pó, noz-moscada e páprica ajudam a variar os sabores das refeições mesmo com ingredientes limitados.

Tahini, pasta de amendoim, shoyu - são boas alternativas para variar os sabores e base para refeições nada convencionais.

Mel - vai do café da manhã ao vinagrete para a salada, ainda tem a vantagem de ser um  ingrediente que dura bastante.

Leite - não esqueça do leite! Além de ser dupla com o café (confira se tem café e filtro de café), é um ingrediente básico. 

Queijo - prefira meia-cura e parmesão, que duram mais. Eles vão para o forno em gratinados, para o recheio da batata rosti e do queijo quente, para o pão de queijo…

Iogurte - além de ser o par da granola (prepare um lote de granola!), é acompanhamento fresquinho para pratos como o arroz com lentilha e sopas. Também vira pastinhas deliciosas e molho de salada.

 

Os ingredientes secos e algumas boas conservas

Grãos, cereais e outros ingredientes para compor refeições

 

Arroz - pode ser branco, integral, japonês, cateto, arbório… É a base de refeições variadas, do pê-efe ao arroz frito. 

Feijão - cozinhe, porcione e congele para ter sempre à mão. Na hora da refeição, é só preparar um refogado (capriche nas hortaliças) e pronto!

Lentilha - a gente ama lentilha. Ela cozinha rápido e rende, além do ensopado para o dia a dia, saladas e sopas sensacionais.

Grão-de-bico - pode comprar o que vem cozido, na caixinha ou na lata, para preparar ensopados, salada, hommus.

Cuscuz marroquino - é superrápido de preparar, dura bastante e pode ser prato único para o jantar.

Cuscuz de milho - vai muito além do café da manhã! Experimente como acompanhamento das refeições, no lugar do arroz.

Massa - maior curingão, macarrão vira jantar com pouquíssimos ingredientes. A massa pode ser longa, como o espaguete e o bavete, e curta, como penne, orecchiette e farfalle.

Polenta - a instantânea cozinha em cinco minutos, mas também pode ser aquela que leva mais tempo para cozinhar. A polenta é grande aliada da variação para o dia a dia.

Tomate pelado e passata de tomate - além de virar molho de macarrão, também dá cor e sabor a ensopados e cozidos.

Sardinha e atum - os peixes enlatados são ingredientes de receitas práticas e facílimas de preparar.

Azeitonas, anchovas, alcaparras - com sabor intenso, ajudam a deixar as refeições mais interessantes.

Farinha de trigo - bolos, pães, quiche, torta, massa caseira... para quem tem criança em casa, vale comprar um pouco a mais, para garantir as oficinas de biscoito.
Farinha de milho - prepare farofas úmidas, com bastante hortaliças, para variar o arroz do dia a dia.
Farinha de mandioca - para farofas, empanados e o incrível mexidinho de arroz com feijão, uma receita ideal para esses tempos.
Polvilho azedo - se não pode faltar pão de queijo, confira quanto tem de polvilho.
Polvilho doce - garanta a tapioca do café da manhã.
Fubá - para o bolo, para a broa e para a pizza do domingo ficar igual à da pizzaria.

 

Os campeões da feira

Alguns vegetais duram que é uma beleza e garantem a presença de legumes e verduras na mesa.

E confira também: Congele vegetais frescos. Salsão picado, folhas de espinafre lavadas e secas, cenoura ralada, brócolis branqueado. Veja como congelar legumes aqui.

Cebola - vai muito além do refogado! Se transforma em acompanhamentos deliciosos e até molho de macarrão.

Alho - assim como a cebola, vira acompanhamento e até pastinha para passar no pão.

Limão - perfuma preparos diversos e transforma um macarrãozinho qualquer num spaghetti al limone!

Batata - rainha da durabilidade e da versatilidade, vira estrela nesses tempos de mobilidade reduzida.

Batata-doce - boa alternativa para quando cansar da batata ou vice-versa!

Beterraba - guarde em saco plástico bem fechado e aproveite esse legume que vira sopa, colore o risoto e rende saladas deliciosas.

Chuchu - refogadinho é um clássico, assado é um clássico do Panelinha. Esse legume brasileiro também é campeão de resistência.

Inhame - está aqui porque é durável e se transforma em chips crocantes e acompanhamento perfumado. 

Abóbora - compre inteira e planeje bem seu uso: uma vez cortada, ela dura uma semana.

Rabanete - compre com as ramas que eles duram mais. Asse para um acompanhamento bem diferente e fatie fininho para saladas atrevidas.

Repolho - verdura que mais dura é um clássico das cozinhas de escassez. E tem muita receita boa com repolho no Panelinha!

Acelga - outra verdura que dura até duas semanas na geladeira e rende refeições variadas, do picadinho ao rolinho.

Ovos - além de ser um dos ingredientes mais versáteis que existem, o ovo tem uma boa duração. Na geladeira, segura bem por até um mês

 

Use o congelador

Leve em conta o espaço. Priorize comida caseira e ingredientes frescos

Cozinhe a mais, porcione e congele. Assim você garante refeições para dias em que não quiser sair de casa. Veja aqui receitas

Prepare geleias e conservas. Veja aqui receitas

Congele vegetais frescos. Salsão picado, cenoura ralada, brócolis branqueado. Veja como congelar legumes aqui

Congele frutas. Elas viram sorvete para garantir porções de fruta no dia a dia. Veja receitas aqui

Cuide bem da horta de ervas frescas. Elas dão um toque de frescor aos preparos. Veja aqui receitas 

 

Vídeo: aprenda a diferenciar comida de verdade de imitação de comida