Banner do Blog

Sopa enfeitada: crouton de quê?

Imagem do post

Começa hoje uma sequência de posts aqui no Pitadas para vestir sua sopa com traje de gala. São toques de finalização, de acabamento, pitadas que deixam a sopa mais elegante, montada mesmo. Vale incrementar a textura, vale criar camadas extras de sabor. A ideia é deixar as sopas muito interessantes, tão interessantes que todo mundo vai ficar com saudade do inverno.

 

Agora, antes de enfeitar a sopa, dê uma paradinha logo ali no Blog da Rita. Ela escreveu um post fundamental para garantir que a sopa em si seja de verdade.

 

Blog da Rita: Sopas enfeitadas

 

De hoje até o meio de julho vai ter post todo dia com sugestões de como deixar a sopa mais interessante. Volte aqui todos os dias, vai valer a pena.

 

Para começar, vamos falar de pão. Essa dupla é garantia de inverno feliz. O pão pode vir ao lado da sopa, bem fresquinho, recém-assado. Ou pode ser gratinado dentro da panela, caso da clássica sopa de cebola

Mas para criar textura crocante e um ponto extra de tempero, o pão vira crouton e a sopa ganha cróc. Bom, até aí, todo mundo sabe (e sabe que não vale a pena comprar crouton pronto, né? Afinal, além de tudo, o crouton ainda é uma ótima saída para o pão amanhecido). 

 

Aqui no Panelinha tem receita certeira de crouton de frigideira – fica pronto em 10 minutos, as chances de queimar são menores e ainda tem dica esperta para armazenar e garantir diversas rodadas de sopa (e salada) crocante.

Agora vamos variar a forma do pão tostado na sopa? Uma fatia inteira, tostada, servida assim de lado, uma pegada “boina” (direto do guarda-roupa de inverno, vai), fica um charme.

 

Outra dica esperta: usar outros pães. O pão sírio cortado em triângulos fica lindo. E o pão folha tostado parece até chips.