Banner do Blog

Marmita para proteger a saúde

Imagem do post

A pandemia mudou tudo – até a maneira de trabalhar. Muitas empresas adotaram o trabalho remoto, e no Panelinha não foi diferente. Agora, seis meses depois do início da quarentena, muita gente está retomando a rotina de trabalhar fora de casa. Dados da Pnad-Covid 2019, pesquisa do IBGE feita para entender este período tão particular que estamos vivendo, mostra que apenas 10% da população brasileira está em home office.

Claro que o ideal é continuar em casa, mas depende muito do tipo de trabalho de cada um – e muitas vezes não é uma escolha pessoal. No Panelinha, uma parte da equipe segue no trabalho remoto. Outra parte, eu inclusive, está aos poucos (e com muito cuidado) voltando para o estúdio (se você leu a carta da semana passada, sabe os detalhes de como está sendo essa volta).

Para quem teve de voltar ao trabalho presencial, preparar marmita virou uma maneira de proteger ainda mais a saúde. Quando prepara sua comida em casa, além de ter total controle sobre os ingredientes, também reduz a exposição desse alimento a outras pessoas. Você sabe quem tocou na sua comida ou mesmo na embalagem.

Pode ser o empurrão que faltava para dar o passo de adotar a marmita (uma medida que além de proteger a saúde, também dá uma força para as contas do mês). No Panelinha, a gente levanta a bandeira da marmita há muito tempo! Tem muita receita e dica para encaixar o preparo na rotina. Elas estão reunidas no especial Marmitas (já favorite o link!). Aos poucos você pega o jeito da coisa, entende o que funciona melhor na sua rotina e a marmita entra no ritmo.

Assista à série de Marmitas do Panelinha no YouTube

No trabalho, na hora de fazer a refeição, é preciso ter alguns cuidados novos:

  1. Distância - mantenha pelo menos 1 m de distância de outras pessoas enquanto faz sua refeição. Pelo menos 1 m – prefiro 1,5 metro. Além de ser mais seguro, é mais fácil de calcular: o braço tem entre 60 cm e 70 cm, então estique seu braço e peça pra pessoa que está com você esticar também, se eles não encontrarem, tudo certo. Agora, se o ambiente for pequeno demais para manter distância, aí o negócio é fazer rodízio: cada um come de uma vez.
  2. Talheres, copos, alimentos - pode parecer óbvio, mas é sempre bom lembrar, especialmente pra gente que adora cozinhar, comer e experimentar: talheres, copos e alimentos não devem ser compartilhados.
  3. Limpe o que vai tocar - borrife álcool na superfície e na cadeira onde vai fazer sua refeição. E dê atenção especial à limpeza dos botões do micro-ondas, da alça da geladeira, da torneira da pia, locais que são mais tocados.
  4. Dê preferência ao ar livre - se tiver um espaço aberto em seu ambiente de trabalho ou perto dele, transforme o almoço em piquenique. É um jeito de espairecer e de manter o hábito de ter companhia para comer.

 

"É ótima a dica de buscar espaços abertos para se alimentar, o que pode aumentar as oportunidades para comer em companhia. Espaços ventilados devem ser priorizados", diz Patrícia Jaime, professora-titular da faculdade de Saúde Pública da USP, vice-coordenadora científica do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde, que é parceiro do Panelinha, e a quem sempre recorro para garantir que as informações que divido com você sejam confiáveis, seguras, embasadas em conhecimento científico.

Uma das lições da pandemia para mim é que no meio do caos e da incerteza, o melhor a fazer é buscar aquilo que traz conforto e segurança. E tem sido muito legal ver o tanto de gente que encontrou esse refúgio na cozinha de casa. Agora, com a volta ao local de trabalho, você pode aproveitar as habilidades afiadas nesse período e cuidar ainda mais de você.