Top 10: minhas louças favoritas do #AcervoPanelinha

Louças lindas inspiram, e muito! Mas não é só por isso que elas ajudam a deixar a cozinha mais prática... Esse, aliás, é o tema do terceiro episódio do Cozinha Prática Verão, que vai ao ar na quinta às 21h15 pelo canal GNT.

Para preparar o episódio, fiquei pesquisando no #AcevoPanelinha e lembrando da história de cada uma das peças que comprei (ganhei, herdei…). Nessa imersão, decidi fazer um exercício: escolher 10 pratos favoritos. Que difícil! São louças de estilos tão diferentes, compradas uma a uma ao longo de mais 20 anos. Escolhi as que você vê reunidas na foto acima. Talvez elas não sejam as mais lindas, mas, de certa forma, contam muito sobre as minhas andanças atrás dos pratos perfeitos.

No acervo, tem louças trazidas de tudo quanto é canto: Nova York, Paris, Marrakesh, Faenza, Tóquio… Mas também tem muitas peças compradas por aqui, seja em supermercados, como o Pão de Açúcar e o St. Marché, em São Paulo, ou em lojas especializadas, como Ultilplast, Camicado, Spicy, Roberto Simões e Zara Home. Claro que também tem peças de marcas mais exclusivas, como Tania Bulhões e Rosa dos Ventos. Você também já deve ter notado que em toda produção tem alguma cerâmica. Por aqui, temos peças de artistas como a Kimi Nii, a Lucia Eid, a Stella Ferraz, a Nelise Ometto... As porcelanas superoginais da Heloísa Galvão e da Carolina Peraca também estão entre as nossas pilhas de pratos. As peças regionais brasileiras costumam vir do Depósito Kariri. Ah, os pratos vintage! Não podem ser esquecidos: são superachados de feirinhas e bazares beneficentes. No #AcervoPanelinha tem até peça presenteada por leitores!

Por isso, é tão difícil responder quando alguém me pergunta: “Onde posso comprar louças como as suas?” Mas vamos lá, vou contar a história de cada uma dessas 10 louças que têm tudo a ver com o meu estilo tanto no #EstudioPanelinha, como em casa.

Para saber mais sobre o terceiro episódio do Cozinha Prática Verão, leia este post aqui

1- Não parece bordado este prato de cor berinjela? Ele é de origem húngara e, talvez por isso, esteja entre os meus favoritos. Me faz lembrar os tecidos que a minha bisavó Margit, que era húngara, bordava. O curioso é que ele foi comprado num empório superpopular para quem já foi a Nova York – pelo menos um café você já tomou no Dean & DeLucca, não?

2 - Este prato verde, que tem uma pera e três morangos, foi presente de uma amiga. É uma cerâmica Prado, um clássico brasileiro da década de 50. Uma preciosidade!

3 - A cerâmica rústica off-white veio de um ateliê de Cunha. É um lugar que tem ceramistas incríveis e é referência no assunto. Vale a visita.

4 - O prato de sopa preto veio da Tenman-Yá, na Liberdade, o “bairro japonês” de São Paulo. Esta loja é excelente para encontrar louças japonesas. Este, especificamente, comprei há anos e nunca mais encontrei igual – infelizmente, pois o formato é supercuringa, já que serve para saladas, sopas e sobremesas, e esse tom escuro ressalta o colorido das comidas.

5 - Ah, o Marrocos! É a minha Meca da cerâmica. Bowls, tagines... Tenho de tudo, mas este prato, especificamente, tem um formato diferente dos pratos clássicos marroquinos, por isso é tão especial. Fora que é ideal para servir bazargan, saladas e, claro, cuscuz marroquino.

6 - A inspiração desta travessa oval deve ser alguma louça europeia – italiana, talvez. Mas é claramente uma cópia grosseira. E eu adoro! Comprei na Fishs Eddy, que é uma loja sensacional na 889 Broadway, em Nova York.

7 - Alemão, antigo, mas comprado na feira do Bixiga (São Paulo), este prato floral com moldura verde e borda que lembra uma treliça dourada é um campeão de uso nas produções do acervo Panelinha. Dá uma levantada em qualquer foto!

8 - Mais um exemplar original da feirinha do Bixiga! Este, porém, é inglês – um clássico romântico, com florezinhas cor-de-rosa. Além dele, a gente tem no acervo outros pratos do mesmo aparelho, quem já viu?

9 - Este pratinho de sobremesa veio do marché-aux-puces, o famoso mercado das pulgas de Paris, endereço obrigatório para quem quer garimpar louças. É inglês, da J&G Meakin, linha Sunshine, produzida entre 1940 e 1963.

10 - O coral, chiquérrimo!, veio de Paris. Comprei em uma loja que não era de louça, e sim de roupas. É a prova de que a gente tem que garimpar! Só de olhar pra ele você não fica com vontade de abrir um vinho rosé olhando o mar?


Mais sobre louças? Tem: minhas lojas favoritas em Nova York e por que uma mesa com louças cinza é linda! No Pitadas, olha como louças verdejantes inspiram a preparar uma salada!

E sobre o episódio: o Cozinha Prática Verão vai ao ar pelo canal GNT às quintas às 21h15. Horários alternativos: segunda, às 18h45; terça, às 4h30; quarta, às 11h15; sábado, às 12h15 e 21h45, e domingo, 6h45 e 13h45.


Foto: Editora Panelinha / por Ricardo Toscani

Categorias relacionadas

Decoração

Cozinha Prática