Banner do Blog

Frigideira para testar novas receitas

Imagem do post

Quando lancei o Panelinha, há 17 anos, cozinheiro era gourmet, que sabia fazer um risotinho de fim de semana, uma sobremesa flambada na casa dos amigos, mas nem sonhava em dar conta do dia a dia, do bom e velho arroz com feijão, bife e salada. Cozinhar de verdade estava muito além das habilidades culinárias da maioria. Vi aí uma grande oportunidade. Poderia usar receitas para ensinar além do prato: as pessoas iriam aprender a cozinhar.

cozinhar é uma ferramenta para manter uma alimentação saudável de verdade

Eu mesma só encostei a barriga no fogão com 20 anos, quando fui fazer um curso de formação de chef em Nova York – lá sou boba? Mas, falando sério, serião, atirei no que vi e acertei no que não vi. Aprender a cozinhar foi muito mais transformador do que eu imaginava. Ficou evidente que não saber cozinhar é equivalente a ser analfabeto. Virou uma obsessão: decidi motivar as pessoas. É basicamente isso que faço até hoje. Só que, agora, a ciência mostra que cozinhar é também uma ferramenta para manter uma alimentação saudável de verdade. Comida saudável é comida de verdade, feita em casa.

 

Método Panelinha

O segredo para as receitas irem além do simples preparo do prato era embutir técnicas culinárias profissionais no passo a passo. Mas as chances de o texto ficar chato eram grandes – e texto culinário sem sabor não dá! A saída foi usar um tom coloquial, mais de conversa. Outro ponto fundamental era indicar os ingredientes com medidas caseiras, mas usando medidores-padrão. Deu certo. E, rapidinho, a notícia começou a se espalhar: as receitas funcionam! Acabei criando o método Panelinha.

Depois de quase duas décadas, sete livros publicados e uns cento e quarenta episódios do Cozinha Prática veiculados, posso dizer que milhares de pessoas já aprenderam a cozinhar comigo... Aliás, para não sair do tema da temporada, poderia dizer que as minhas receitas já ganharam memórias de milhares de pessoas.

Com as receitas Panelinha, só não aprende a fritar ovo quem não quer!

Pois é, a essa altura do campeonato, que tanta gente já aprendeu comigo o preparo de ovo pochê, mexido, frito, já posso mostrar na televisão preparos em que o ovo não seja apenas um mata-fome, um símbolo de saber cozinhar alguma coisinha.

No episódio da semana, em que resgato memórias da época em que lancei o site e criei um método de explicar receitas, o ovo vai ser o protagonista de duas preparações memoráveis: a frigideira baiana de bacalhau e uma cocada de forno.

  


aS RECEITAS DO EPISÓDIO

Frigideira baiana de bacalhau

Cocada de forno

 


O QUE VESTI NO EPISÓDIO


Camisa: Luisa Farani

Bracelete: Central de designers

Cinto: TVZ

Jeans: acervo pessoal


O episódio inédito do Cozinha Prática com Rita Lobo vai ao ar às segundas-feiras, 20h, no canal a cabo GNT. Reapresentações: quinta (10h30 e 23h30), sexta (17h30), sábado (12h e 20h30) e domingo (16h30).

 

Fotos: Editora Panelinha / por Ricardo Toscani

Figurino: Fernanda Kenan. Beleza: Paula Vida.

O Cozinha Prática é uma produção do Estúdio Panelinha.