Banner do Blog

Marmita de chef: omu-rice de suã, por Marcelo Corrêa Bastos

Imagem do post

O chef Marcelo Corrêa Bastos é conhecido por recriar pratos tradicionais do receituário brasileiro e também por ser um pesquisador importante da cozinha nacional. Em seus três restaurantes – o Jiquitaia, o Lobozó e o Vista – ele serve diferentes versões do arroz de suã, um prato clássico da culinária tropeira, que anda meio esquecido no dia a dia. E já que ele é praticamente um especialista nessa preparação, nada mais justo do que chamá-lo pro desafio de transformar as sobras de um arroz de suã e da couve rasgada refogada em marmita de chef.


COZINHA PRÁTICA: MARMITA DE CHEF!

CONFIRA TODAS AS RECEITAS DO EPISÓDIO

 

Marcelo se inspirou numa receita japonesa superpopular de omelete com arroz (omu-rice) e criou uma versão de suã. Seguindo as regras do desafio, ele mudou completamente o sabor do prato original, se valendo de uma técnica infalível: o retempero. Páprica (doce e picante), gengibre, óleo de gergelim, cebola roxa, cebolinha e coentro deram uma cara nova pras sobras e o omelete, ultra macio, veio transformar o arroz de suã retemperado em recheio. Não é demais?

 



Omu-rice de suã


Rende 3 porções

Tempo de preparo: 30 minutos


PARA O ARROZ


2 xícaras (chá) de arroz de suã

½ cebola-roxa 

1 tomate maduro 

½ xícara (chá) de caldo de suã

2 colheres (sopa) de manteiga

1 colher (chá) de vinagre

2 talos de cebolinha 

4 ramos de coentro

½ de colher (chá) de gengibre em pó

½ colher (chá) de páprica doce

½ colher (chá) de páprica picante

½ colher (chá) de óleo de gergelim torrado

 

  1. Descasque e corte a cebola em tiras finas. Lave, seque e corte o tomate ao meio; passe as metades pela parte grossa do ralador, usando a casca como proteção para a mão. Lave, seque e fatie as partes branca e verde (sem misturar) da cebolinha. Lave, seque e pique fino as folhas e os talos do coentro.
  2. Leve uma panela média com a manteiga ao fogo médio. Quando derreter, junte a cebola, os talos do coentro, a parte branca da cebolinha fatiada e refogue até a cebola dourar. 
  3. Tempere com o gengibre e as pápricas. Junte o tomate ralado e refogue até o líquido do tomate secar. Adicione o óleo de gergelim e o vinagre; regue com ⅓ de xícara (chá) do caldo de suã e misture bem.
  4. Acrescente o arroz de suã, as folhas de coentro picadas e mexa bem. Misture 1 colher (sopa) de manteiga para deixar o arroz mais aveludado e regue com um pouco mais do caldo, para que o arroz fique úmido. Desligue o fogo e reserve.

 

PARA A OMELETE

Por porção:


2 ovos

2 colheres (sopa) de manteiga

sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

rodelas de cebola-roxa a gosto para servir

cebolinha fatiada a gosto para servir

folhas de salsinha e coentro a gosto para servir

 

  1. Numa tigela, quebre os ovos e bata bem com um garfo para misturar as claras com as gemas. Tempere com uma pitada de sal e outra de pimenta.
  2. Leve uma frigideira antiaderente média ao fogo médio. Coloque a manteiga e, quando derreter, adicione os ovos batidos. Mexa rapidamente com uma espátula de silicone para emulsionar os ovos com a manteiga. Gire a frigideira para que os ovos coagulados cubram todo o fundo. Deixe cozinhar, sem mexer, até firmar a base e as laterais da omelete (mas o centro deve estar úmido ainda).
  3. Coloque uma porção do arroz no centro da omelete e dobre as laterais sobre o arroz para fechar.
  4. Vire a omelete na marmita (ou no prato), deixando a emenda para baixo. Finalize com rodelas de cebola-roxa, folhas de salsinha, de coentro e cebolinha fatiada a gosto.