Banner do Blog

Receita pro fim de semana: bolo de crepe

Imagem do post

Desta vez, a receita pro fim de semana vale por três. Esse bolo, do tipo que impressiona, perfeito pra postar nas redes e ganhar muitos likes, é formado por camadas de crepe, creme batido e geleia de morango e maracujá.


CONHEÇA O PROJETO RECEITA PRO FIM DE SEMANA

 

Crepe é um daqueles preparos que dão show de versatilidade. Deixa o café da manhã especial – especialmente na sua versão mais francesa de todas, com manteiga e gotinhas de limão –, vale como almoço levinho, recheado de queijo e servido com uma salada, e brilha como sobremesa. Nesse caso pode ser só um crepe, dobrado, com geleia, creme batido, frutas, sorvete… ou dez crepes empilhados, intercalados com geleia e creme, como no bolo que vamos preparar. (Vai ter crepe no café da manhã, né?)


E a geleia que vamos preparar pra rechear esse bolo entra no topo da lista de favoritas logo na primeira leva. O morango e o maracujá combinados rendem uma geleia linda e perfumada. 


Ao longo da semana, você acompanha no @Panelinha_RitaLobo no Instagram e no grupo Receita pro Fim de Semana no Facebook a conversa em torno dos preparativos para cozinhar com a turma que aceitou esse convite. Aqui, encontra a lista de compras e os bastidores da receita e dicas da equipe da @CozinhaPanelinha

 


Lista de compras

2 caixas de morango
3 maracujás pequenos
350 ml de leite
140 g de farinha de trigo
2 ovos
350 ml de leite
500 ml de creme de leite fresco gelado (1 embalagem)
100 g de açúcar (7 colheres de sopa) 
70 g de açúcar cristal
manteiga para untar a frigideira e sal


Você vai precisar de

Liquidificador

Tigela

Frigideira antiaderente (ou panquequeira), que o fundo tenha 20 cm de diâmetro

Concha

Prato

Batedeira (para bater o creme, se não tiver, pode bater com batedor de arame)

Peneira, pires, panela e pote de vidro (para a geleia)

Prato para montar o bolo

 

 

Bastidores da receita

Lá no começo da quarentena, quando comecei a fazer lives para ajudar quem nunca tinha cozinhado a se virar com as panelas, teve um dia que mostrei o preparo do crepe em sua clássica versão francesa. A receita bombou (e curiosamente foi o único vídeo dos mais de 50 que se perdeu)! Do sucesso do crepe da quarentena veio o estalo: "e se a gente transformasse o crepe em sobremesa?". Logo começaram os testes da Cozinha Panelinha.


O interessante é que apesar de ser um preparo relativamente simples, foram necessários muitos testes. Sabe por que? Para acertar a proporção de creme e de geleia. O objetivo era um bolo leve, delicado. O sabor neutro do crepe e do creme equilibram a intensidade da geleia (a gente não queria um bolo muito doce, cansativo). E as frutas dão aquele frescor para o conjunto – sem falar no tanto que enfeitam!


Dicas da cozinha

- Creme bem gelado. Fica mais fácil bater o creme se ele estiver bem frio. Pode colocar a tigela da batedeira uns minutos no freezer.
Base da montagem. Coloque um pouco do creme batido no fundo do prato para a primeira crepe "grudar" e o bolo ficar firme. 
- Margem de crepe. Na hora de fazer as camadas, não espalhe creme batido até rente a borda dos crepes: deixe uma margem pois o peso de uma camada sobre a outra acaba acomodando o recheio e ele pode vazar.
- Menos é mais. Não faça uma camada muito grande de recheio entre cada crepe, a graça é sentir tudo ao comer: massa de crepe, creme batido e geleia.
- Seque bem. Os morangos devem estar lavados e bem secos para serem colocados sobre o creme (ninguém quer bolo molhado).
Coloque as frutas apenas na hora de servir, assim elas ficam fresquinhas.
- Tempo de geladeira. O bolo crepe deve ficar na geladeira por 6h antes de ser servido. Além de ficar mais gostoso gelado, ele precisa firmar. Como cada crepe é fininho e o creme de consistência muito leve, o bolo deve firmar para você conseguir fazer as fatias. Se não esperar esse tempo, ele vai sambar e a fatia não vai sair bonita.