Banner do Blog

Meu filho não come verdes

Imagem do post

Essa é outra cena comum com crianças pequenas: elas batem o olho no prato e começam a separar a salsinha, o manjericão e tudo que for mais ou menos verde.

De novo, é uma questão de hábito. As crianças podem e devem ser apresentadas desde cedo a uma grande variedade de alimentos, de todas as cores e texturas. Tem umas que vão gostar mais de abobrinha e outras menos, e tudo bem. O que importa é que no outro dia tenha brócolis e depois cenoura e depois alho-poró e por aí vai.

E também tem que variar o preparo de cada alimento. A criança pode não gostar do espinafre cru na salada, por exemplo, mas dá pra experimentar um dia num macarrão com pesto ou tentar outro dia ainda como suflê. Se nada disso funcionar, apele para as armas pesadas: vá de pastel ou bolinho! Tudo super saudável. Comida de verdade das boas.

O importante é colorir o prato e tentar surpreender, porque criança costuma gostar de uma novidade. Quer uma ideia bem lúdica? Rolinho! Pode ser de acelga com carne ou de couve, por exemplo. A nossa receita é com pernil, mas você pode experimentar com o que tiver à mão por aí.

Foto: Editora Panelinha