Banner do Blog

Cozinhar é como ler e escrever

Imagem do post

Quem me assiste na televisão pode achar que precisa "levar jeito" para cozinhar como eu. Mas, tenho certeza, cozinhar não é dom: é aprendizado. A ideia de “mão boa” é uma das armadilhas que fazem com que, ainda hoje, na maior parte dos lares brasileiros, a cozinha seja responsabilidade exclusiva da mulher – da mãe, da avó...


Se você conhece meu trabalho deve saber que só aprendi a cozinhar aos 20 anos – e que foi transformador. Saí do curso de culinária com uma certeza: todo mundo consegue aprender.

No episódio de amanhã, o primeiro da série a Quatro Mãos do Cozinha Prática, recebo o Tadeu Schmidt, que topou dividir a bancada da cozinha comigo para mostrar que nunca é tarde para aprender.


Tadeu não tem o hábito de preparar as refeições, e male-male sabia preparar um ovo mexido! Mas veio disposto a absorver novos conhecimentos. De cara, mostrei para ele uma técnica à prova de erros para preparar ovo mexido cremoso, úmido, saboroso. Servimos com legumes grelhados (tomate, aspargos e cogumelos) e farofinha de pão: se liga no prato que o Tadeu montou!

 


O passo seguinte foi mostrar para ele como resolver o jantar do dia a dia com comida de verdade, gostosa e muito prática. Preparamos uma omelete recheada de cogumelos com salada de verdes e vinagrete clássica de mostarda. 

  

O IBGE tem um dado interessante: quando os homens moram sozinhos, eles até que se viram bem (91% cozinha e faz tarefas relacionadas à alimentação, como lavar a louça). Mas nas casas de casais ou famílias, eles param de comparecer à cozinha (a porcentagem cai para 57%). Por isso é importante dar dois passos: ensinar os homens a cozinhar e frisar a importância de cozinhar em família. (Atenção: isso vale para os filhos. Apartar os meninos dos conhecimentos relacionados à alimentação vai impactar a saúde deles no futuro!)


A quatro mãos

O Tadeu já estava à vontade na cozinha, então, partimos para um trabalho em dupla, dividindo as tarefas do preparo de uma cocada de forno perfumada com raspas de laranja. Ela ainda foi servida com creme batido. Será que o Tadeu vai preparar essas delícias para a Ana Cristina, a Laura e a Valentina? Certeza que elas vão adorar.