Banner do Blog

Otimização: como se organizar para não cozinhar do zero a cada refeição

Imagem do post

Aqui no projeto Vida Real você já viu que quem tem frango cozido na geladeira descola uma salada caesar em um piscar de olhos. 


Confira a receita da salada caesar com dicas de planejamento

Conheça o projeto Vida Real


Pois é, no dia a dia, um grande passo para gastar menos tempo na cozinha é deixar alguns preparos adiantados, para não ter de cozinhar todas as refeições do zero. Outro exemplo que você também já deve conhecer: quem acompanha o Panelinha sabe que incluir o feijão no dia a dia fica fácil se você cozinhar a mais, porcionar e congelar. Aí, na hora da refeição, é só preparar o refogado e está resolvido o feijão do pê-efe. 


Essa mesma lógica pode ser aplicada a muitos outros preparos. Aqui você encontra uma reunião de excelentes atalhos para ter à mão e resolver refeições em menos tempo.


Feijões caldosos

A melhor técnica é congelar o feijão cozido, sem sal nem tempero, com um pouco do caldo. Veja o passo a passo detalhado aqui. Vale para todas as leguminosas que rendem caldo: feijão carioca, feijão preto, feijão-branco, grão-de-bico, lentilha...


LEIA MAIS: GUIA DO FEIJÃO, COMO COZINHAR, PORCIONAR E CONGELAR


Grãos para salada

Cozinhe o grão até o ponto desejado (para salada, ele não deve estar desmanchado), esscora e passe na água fria para cessar o cozimento e congelar sem o caldo. Na hora de usar mergulhar rapidamente em água fervente e escorrer. Vale para feijão-fradinho, feijão-branco, grão-de-bico, lentilha. Aí é só digitar o nome do grão na busca do Panelinha para encontrar saladas incríveis.


Sobras de feijão

A sobra de feijão já temperado vira sopa. Vale para todos os feijões caldosos.

 

ASSISTA: COMO PREPARAR SOPA DE FEIJÃO.


Feijão na geladeira

Se você for usar o feijão em até 3 dias (tanto faz se caldoso ou para salada) pode armazenar na geladeira. Mas tem de usar em três dias, ok?

 

Arroz do dia a dia

Ele dura três dias cozido no geladeira, armazenado em pote fechado. Você pode calcular a porção que costuma consumir e já preparar a mais para os dois dias seguintes.


Sobras de arroz

Você pode ir reunindo pequenas sobras de arroz em um pote no congelador. Quando juntar um tanto, transforma em outras refeições. A questão do arroz congelado cozido é que ele muda de textura. Então  na hora de descongelar, é bom usar outro cozimento, por exemplo: arroz frito e arroz de forno. Use a busca do Panelinha para encontrar receitas.


Assista: como fazer arroz

ASSISTA: TRANSFORME A SOBRA DE ARROZ EM ARROZ FRITO

ASSISTA: TRANSFORME A SOBRA DE ARROZ EM ARROZ COM TALOS DE ESPINAFRE

 

Mais hortaliças

Atire o primeiro tomate quem nunca deixou a salada de fora da refeição por preguiça de lavar! Deixar algumas hortaliças já higienizadas na geladeira aumenta a presença das hortaliças nas refeições, simplesmente porque fica mais fácil. Há poucas exceções, hortaliças que duram menos se forem lavadas – caso do repolho, do quiabo, da couve-flor e do brócolis. Nesses casos, prefira lavar conforme o uso.


Salada na mesa

Destaque as folhas e lave sob água corrente. Transfira para uma tigela e deixe imerso na solução de sanitizante de sua preferência em água. Siga a diluição da embalagem (é sério. Meça como se fosse uma receita). Aguarde o tempo indicado na embalagem (em geral, 10 minutos a 15 minutos). Tire as folhas da tigela (assim as sujeirinhas ficam na água). Enxágue bem, seque bem e guarde em pote ou saco bem fechado. Aqui estão: folhas, como alface, escarola, espinafre, couve. Exceções: repolho e acelga. Como as folhas são muito juntinhas, é melhor lavar depois de cortado antes de usar. Além disso, eles duram mais assim.


Legumes no jeito

Lave bem sob água corrente com uma escovinha para legumes e leve para o banho na tigela, com água e o sanitizante de sua preferência. Siga a dliuição da embalagem (é sério. Meça como se fosse uma receita). Aguarde o tempo indicado na embalagem (em geral, 10 minutos a 15 minutos). Tire os legumes da tigela, enxague bem, seque e guarde. Exceções: Brócolis, couve-flor, salsão, alho-poró e erva-doce. Se lavar inteiros, estragam mais rápido. É melhor lavar conforme for usando.


Ervas frescas

Armazene as folhas já separadas e lavadas. Elas duram mais em potes altos, de pé. Você vai ver que vai usar muito mais ervas frescas se tiver potes com ervas lavadas no jeito.


LEIA TAMBÉM: COMO HIGIENIZAR OS ALIMENTOS


Carne moída, a curinga

Refogada, bem úmida, pode ser porcionada e congelada. No dia a dia, vai pro pê-efe, pro recheio da abobrinha, para o escondidinho… 


Carnes de cozimento longo

Um lote de bolonhesa, de carne de panela desfiada ou de pernil desfiado se multiplicam em mil preparos. Viram molho de macarrão, recheio de sanduíche ou de torta, complementam o pê-efe, vão pro forno com purê… 

Ligou o forno? Asse legumes

Eles duram até três dias na geladeira e vira saladas deliciosas, para turbinar o pê-efe. Você otimiza o uso do forno e adianta uma refeição.

 

Assista: como preparar legumes assados

 

Branquear hortaliças

Veio muito espinafre na cesta dos orgânicos? Pode branquear, apertar bem para tirar a água e vai usando ao longo da semana (um dia temperado com azeite, limão e sal, outro dia, misturado à polenta…). A mesma técnica vale para brócolis e couve-flor. Deixa branqueado e vai usando. Branquear ajuda a conservar por mais tempo.


VEJA AQUI COMO BRANQUEAR AS HORTALIÇAS

 

Já cozidos

Raízes e tubérculos que levam mais tempo para cozinhar podem ser cozidos para serem usados nos dias seguintes. Batatas cozidas podem ser assadas, salteadas, virar batatas ao murro…